Gustavo Petro escolhe líder indígena e defensora dos direitos humanos como embaixadora na ONU

Leonor Zalabata (Foto: ARN/Facebook/rfeprodução)

Porto Velho, RO - ARN - O presidente eleito da Colômbia, Gustavo Petro, que tomará posse no dia 7 de agosto, nomeou nesta terça-feira (19) a líder social, indígena e defensora dos direitos humanos Leonor Zalabata Torres, como embaixadora de seu país na Organização das Nações Unidas (ONU).

"A líder social de Arhuaca, Leonor Zalabata Torres, será nossa embaixadora na ONU em Nova York", anunciou Petro por meio de sua conta no Twitter.

Zalabata pertence ao povo Ika (Arhuaco) da Sierra Nevada. Segundo a Organização Mundial dos Povos Indígenas, ela é graduada em Odontologia Social pela Universidade de Antioquia de Medellín e atuou como defensora dos direitos dos povos indígenas na Colômbia. Em 2007 recebeu o prêmio Anna Lindh, concedido pelo Partido Social Democrata Sueco por seu trabalho em sua comunidade, e foi representante da Confederação Indígena Tayrona na Comissão Nacional de Direitos Humanos dos Povos Indígenas da Colômbia.

Petro também anunciou outras nomeações. A Unidade de Vítimas do conflito armado será chefiada pela advogada Patricia Tobón, que pertence ao povo indígena Embera e ocupou cargos de direção na Comissão da Verdade formada após o acordo de paz entre o governo e as ex-Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

A Unidade de Restituição de Terras, que depende do Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural, será dirigida pelo sociólogo Giovani Yule, líder da comunidade indígena Nasa, que em entrevista concedida nesta terça-feira disse estar surpreso com a nomeação e que a restituição das terras apreendidas no contexto do conflito armado é essencial para a reconciliação do país.

Petro nos Estados Unidos

Petro reuniu-se nesta terça-feira com o embaixador norte-americano na Colômbia, Francisco Palmieri, às vésperas da visita de uma delegação do presidente norte-americano Joe Biden, marcada para esta sexta-feira, dia 22.

"Obrigado presidente eleito Gustavo Petro por uma reunião produtiva. Esperamos trabalhar em estreita colaboração com o novo governo em nossas metas compartilhadas para continuar fortalecendo os laços que unem nossas nações e seu povo", escreveu Palmieri em sua conta no Twitter após a reunião.

A delegação que chegará na sexta-feira de Washington será integrada pelo vice-assessor de Segurança Nacional, Jonathan Finer, e pelo assessor para o Hemisfério Ocidental, o colombiano Juan González. Eles se encontrarão com Petro e a vice-presidente eleita, Francia Márquez, o futuro ministro das Relações Exteriores, Álvaro Leyva Durán, e o futuro embaixador colombiano nos Estados Unidos, Luis Gilberto Murillo.

Em entrevista à Rádio RCN, González explicou que essas reuniões com o governo que tomará posse em 7 de agosto buscam avançar os trabalhos para que, a partir dessa data, avance "concretamente em cooperação".

Fonte: Brasil247

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu