Campanha de prevenção às queimadas reforça a importância da educação ambiental

  

Porto Velho, RO - Com a finalidade de alertar a população sobre os problemas de saúde ocasionados pelas queimadas e prevenir a ocorrência de incêndios florestais, o Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental – Sedam, está promovendo a Campanha de Conscientização Educativa, para prevenção às queimadas em todo Estado, que se intensificam durante o período de estiagem.

Por meio da campanha, a Sedam orienta e adverte a população acerca das questões ambientais legais relacionadas às práticas das queimadas, conscientizando as pessoas sobre os riscos para o meio ambiente, além de advertir sobre as punições.

Na região urbana, a equipe da Sedam orienta as comunidades, estudantes, empreendimentos em relação ao cuidado com o aumento do número de queimadas na localidade, sobretudo envolvendo folhas, galhos e lixo doméstico, no sentido de conscientizar a população quanto à necessidade de ações preventivas para evitar queimadas nos municípios.

Saúde pública

“As queimadas também agravam problemas respiratórios, por isso, realizamos o trabalho preventivo pensando em ajudar população quanto à prevenção de doenças pulmonares, como asma, entre outras, por isso, contamos com a colaboração de todos”, comenta o secretário da Sedam, Marco Antonio Lagos.

O Executivo Estadual trabalha o plano de queimada – dividido em duas etapas: sensibilização e fiscalização.

Na 1ª fase são trabalhadas as ações que conscientize a população; como pit stops, blitzes educativas, palestras, entre outras atividades. Na 2ª são realizadas ações de fiscalização preventiva de combate às queimadas e os incêndios, com o objetivo de reduzir o número de queimadas no período de estiagem.

Operação Verde Rondônia

A Sedam atua na Operação Verde Rondônia, com a finalidade de combater os focos de incêndios no Estado. A operação abrange ação prioritária de educação e orientação que vai desde as cidades até o campo, levando informações essenciais sobre a importância e meios de proteção ambiental e os danos que as queimadas provocam.

As atividades contam com a parceria do Corpo de Bombeiros Militar de Rondônia – CBMRO; o Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais – Prevfogo e Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia.

As equipes estarão concentradas em sete bases de forma direta: Linha 28 (Nova Mamoré); distrito de União Bandeirantes (Porto Velho); distrito de Nova Samuel (Candeias do Jamari); Cujubim; distrito de Rio Branco (Buritis); distrito de Novo Planalto (Seringueiras) e no município de Alta Floresta d’Oeste. Regiões que detêm o maior número de focos de calor no Estado.

Com essas brigadas, diariamente 93 homens estarão trabalhando exclusivamente no combate às queimadas e a incêndios florestais.

Por meio de Termo de Descentralização de recurso, a Sedam disponibilizou R$ 2,1 mi (dois milhões e cem reais) para serem usados no pagamento de reforço, diárias oriundas do Executivo Estadual e aquisição de equipamentos.

Ajuda da população

Denúncias de queimadas no perímetro urbano são de competência das prefeituras, ou seja, secretarias municipais de Meio Ambiente, enquanto compete à Sedam receber denúncias de queimadas em zona rural de todo o Estado.

Caso a suspeita seja na área rural, acione a Sedam pelo telefone (69) 3212-9648, e-mail: ouvidoria@sedam.ro.gov.br ou pela plataforma Fala.BR, disponível no site. O WhatsApp da Ouvidoria Ambiental (69) 98482-8690, serve para dúvidas e informações.

Fonte: Secom/RO

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu