Blinken diz que teve conversa com Lavrov sobre troca de prisioneiros

EUA busca libertação de Brittney Griner e Paul Whelan

Porto Velho, RO - O secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken, disse nesta sexta-feira (29) que teve uma conversa por telefone com o ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, e pressionou o Kremlin a aceitar uma “proposta substancial” que Washington apresentou pela libertação de dois norte-americanos presos na Rússia.

Na primeira conversa desse tipo entre eles desde o começo da invasão da Rússia à Ucrânia em 24 de fevereiro, os principais diplomatas de seus países mantiveram suas posições, segundo as descrições da ligação feitas por Blinken e pelo Ministério das Relações Exteriores da Rússia.

“Tivemos uma conversa franca e direta”, disse Blinken a uma entrevista coletiva no Departamento de Estado. “Eu pressionei o Kremlin a aceitar a proposta substancial que apresentamos pela libertação de Paul Whelan e Brittney Griner”, disse.

Lavrov sugeriu a Blinken que os dois lados retomassem a diplomacia silenciosa a respeito de troca de prisioneiros.

“Sobre a possível troca de russos e cidadãos norte-americanos presos, o lado russo sugere veementemente o retorno à prática de lidar com isso de uma maneira profissional e usando ‘diplomacia silenciosa’, em vez de lançar informações especulativas”, disse um comunicado do ministério das Relações Exteriores da Rússia.

Os Estados Unidos anunciaram esta semana que fizeram uma proposta à Rússia, semanas atrás, pela libertação da jogadora de basquete Brittney Griner e do ex-fuzileiro naval Paul Whelan, mas não revelaram o que estavam oferecendo.

Uma fonte com conhecimento da situação disse que os EUA estavam dispostos a trocar o traficante de armas russo Viktor Bolt, que está cumprindo uma sentença de 25 anos de prisão nos Estados Unidos, como parte do acordo.

Fonte: Humeyra Pamuk - Repórter da Reuters *

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu