Atletas rondonienses de “Ginástica Rítmica” buscam apoio para participar de seletiva para campeonato nacional

Foto: Divulgação

Porto Velho, RO - As atletas Micaela Nicolle de Siqueira Ferreira,17 anos, e Sol Dayanara de Siqueira Ferreira, 14 anos, expoentes da ginástica rítmica do Estado de Rondônia, conseguiram realizar um feito e tanto, pois em pleno período de pandemia mantiveram o ritmo dos treinos e conseguiram se classificar para etapa regional da categoria, com outras atletas da Região Norte, e passando por esta fase vão realizar o sonho de chegar ao Torneio Nacional, organizado pela Confederação Brasileira de Ginástica.

Porém, para chegar lá elas esbarram no mesmo problema de tantos outros desportistas de nosso Estado e até mesmo do país: a falta de apoio e patrocínio suficiente para custear despesas tanto de treinamento quanto da participação em competições.
Mas, antes de falar sobre isso, vale a pena contar um pouco a trajetória dessas garotas, que estão determinadas a alcançar um objetivo: chegar a seleção brasileira e participar das grandes competições internacionais.

Segundo a mãe delas, Claudia Mclovia de Siqueira, as meninas já treinam a cinco anos na AERGRER Estrela de Rondônia, entidade sem fins lucrativos que fornece suporte a atletas também na base da abnegação e com apoio de pais e da comunidade. Sol e Micaela são atletas dedicadas e focadas, levando muito a sério a preparação, com disciplina e empenho.
Além da rotina de treinos na academia, elas também se dedicam a dança, como balé e jazz, o que aprimora seu estilo e lhes dão mais recursos para se desenvolver na ginástica. Elas são treinadas pelos professores de Educação Física Francimeire e Vanderlan.

As duas irmãs já participaram de competições, inclusive em nível internacional, e vinham num crescente de aprimoração física e técnica quando acabaram sendo atropeladas pela pandemia. Mas o obstáculo não as parou, nem arrefeceu o ânimo da família. Proprietária de um salão de beleza, que teve de ficar fechado em função das restrições de circulação, Cláudia disponibilizou o espaço para que as meninas treinassem. Paralelo a isso, as atletas da associação e os treinadores estabeleceram uma programação de treinos através de lives e aulas on line, e o ritmo de preparação foi mantido.

Só que o espaço no salão de beleza era restrito e propenso a acidentes, e houve até mesmo a quebra de móveis e equipamentos, então a família das garotas radicalizou: morando num apartamento em Porto Velho os pais de Sol e Micaela tiraram todos os móveis da sala e transformaram o espaço numa pista de treinamento.
O esforço e apoio da família valeu a pena, tanto que as duas ginastas estão classificadas para participar da etapa regional do Torneio Nacional, que acontece entre os dias 3 e 7 de agosto, em Roraima.

Agora, o desafio é conseguir chegar até lá. Elas precisam de custear as despesas da viagem, contando passagens, estadia e alimentação. O trajeto inclui uma etapa aérea, entre Porto Velho e Manaus, e depois o restante do percurso será percorrido por terra. As meninas contam uniformes patrocinados pelo Peg Pag de Candeias.

Elas já conseguiram as passagens de ida até Manaus, patrocínio da empresa X Cell Acessórios Para Celulares, mas ainda falta muita coisa. Por isso, as garotas lançaram uma rifa para coletar recursos, com três prêmios que serão sorteados no próximo dia 02. Os números custam só R$ 2,00, e podem ser adquiridos pelo PIX 05055684208. Os prêmios são uma cesta com produtos de O Boticário, um mês de mensalidade grátis de fitdance adulto, e um mês de mensalidade de Muay Thay. O vídeo do sorteio será transmitido pelo Instagran das meninas.

Colabore e participe deste sonho, ajudando também a projetar o esporte de Rondônia em âmbito nacional.


Por Mario Quevedo
Fonte: Extra de Rondonia

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu