Queda de asteroide pode ter inspirado a história de Sodoma na Bíblia

Recriação artística da explosão baseada em evidências, que teve o poder de mil bombas de Hiroshima. Crédito: Allen West e Jennifer Rice, CC BY-ND

Porto Velho, RO - Enquanto os habitantes de uma antiga cidade do Oriente Médio agora chamada Tall el-Hammam realizavam suas tarefas diárias há cerca de 3.600 anos, eles não tinham ideia de que uma rocha espacial gelada invisível estava se movendo rapidamente em direção a eles a cerca de 61.000 km/h.

Passando pela atmosfera, a rocha explodiu em uma enorme bola de fogo a cerca de 4 quilômetros acima do solo.

A explosão foi cerca de 1.000 vezes mais poderosa do que a bomba atômica de Hiroshima. Os chocados moradores da cidade que olharam para ele ficaram cegos instantaneamente. As temperaturas do ar subiram rapidamente acima de 2.000 graus Celsius. Roupas e madeira imediatamente explodiram em chamas. Espadas, lanças, tijolos de barro e cerâmica começaram a derreter. Quase imediatamente, a cidade inteira estava em chamas.

Alguns segundos depois, uma enorme onda de choque atingiu a cidade. Movendo-se a cerca de 1.200 km/h, foi mais poderosa do que o pior tornado já registrado. Os ventos mortais varreram a cidade, demolindo todos os prédios.

Eles arrancaram os 12 metros superiores do palácio de quatro andares e jogaram os destroços no vale próximo. Nenhuma das 8 mil pessoas ou quaisquer animais dentro da cidade sobreviveu – seus corpos foram despedaçados e seus ossos explodiram em pequenos fragmentos.

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu