“LEI SECA”: em 4 dias de operação, mais de 50 motoristas foram parar na delegacia por embriaguez ao volante em Cacoal

Só no domingo, foram 19 motoristas flagrados dirigindo alcoolizados / Foto: ilustrativa

Porto Velho, RO - “A operação ‘Lei Seca’ é uma ferramenta importante em prol da vida. Toda vez que um condutor embriagado é retirado do trânsito, estamos salvaguardando a vida desse condutor e de outras pessoas. Agradeço aos servidores do Detran pelo trabalho realizado”.

Com estas palavras, o diretor geral do Detran em Rondônia, Paulo Higo, explicou a importância da operação, que, em apenas 4 dias, já atuou mais de 50 pessoas por embriaguez ao volante em Cacoal.

Conforme dados registrados na Delegacia de Polícia Civil e obtidos pelo Extra de Rondônia, apenas no último domingo, 5, ao todo foram 19 motoristas flagrados dirigindo alcoolizados.

A multa para quem dirige sob efeito de bebida alcoólica é de R$ 2.934,70 ; já se o motorista for reincidente, num prazo de 12 meses, o valor da multa é dobrado. O condutor, ao fazer o teste do etilômetro e apontar concentração acima de 0,33 mg de álcool por litro de ar expelido, fica caracterizado crime de trânsito.

Em caso de recusa ao fazer o teste do etilômetro é lavrado um Termo de Constatação (TC) onde são relatados os sintomas aparente do indivíduo e um agente de trânsito conduz o motorista até a Central de Polícia Civil para relatar todos os fatos presenciados por eles durante a abordagem ao condutor.

Segundo o Detran, a operação “Lei Seca” passou a operar com novo método de trabalho, ficou mais dinâmica, oferecendo à população maior segurança no trânsito.

Fonte: Extra de Rondonia

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu