PF prende no Paraná homem procurado pela Justiça de Rondônia por crimes sexuais infanto-juvenil

Porto Velho, RO - Um homem, não identificado, procurado pela Justiça Federal de Rondônia, foi preso temporariamente pela Polícia Federal no Paraná, na manhã desta quarta-feira (18), durante a Operação Vigilant, que investiga os crimes de estupro de vulnerável, produção de conteúdo pornográfico e armazenamento de material de abuso sexual infanto-juvenil. Ele foi localizado em Arapongas (PR).

Segundo a Polícia Federal em Porto Velho, no decorrer das investigações, constatou-se que o acusado residia em Pimenta Bueno, local onde ocorreram os abusos, e que ele teria recentemente se mudado para outro estado.

As investigações tiveram início no mês de abril deste ano, a partir de relatórios enviados pelo National Center for Missing and Exploited Children (NCMEC), à Polícia Federal em Rondônia. O NCMEC é uma organização não governamental, sem fins lucrativos, que recebeu apoio do Governo norte-americano para estabelecer um mecanismo centralizado de recebimento de “denúncias” sobre crimes relacionados a abuso sexual infantil e desaparecimento de crianças.

Com o apoio de policiais da Delegacia de Polícia Federal em Londrina (PR), foi possível localizar o investigado na cidade de Arapongas.

Em pronta resposta, o Grupo de Repressão a Crimes Cibernéticos da Polícia Federal em Porto Velho (GRCC), através de técnicas especiais de investigação, conseguiu identificar o responsável pelos abusos sexuais contendo imagens relacionadas ao abuso sexual infanto-juvenil.

A 1ª Vara Criminal da Comarca de Pimenta Bueno, da Justiça Estadual de Rondônia, expediu dois mandados contra o acusado, sendo um de prisão temporária e outro de busca e apreensão.

Foram apreendidos dispositivos eletrônicos que podem ter sido utilizados para a prática dos crimes, que serão encaminhados para exames periciais a serem realizados pelo Setor Técnico-Científico da Polícia Federal.

Na mesma residência do investigado estava seu filho, que tinha em seu desfavor um mandado de prisão, expedido pela Vara Criminal de Pimenta Bueno, pelo crime de porte ilegal de arma de fogo. Ele também foi preso.

A Operação é em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

Fonte: Rondoniagora

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu