Condenada a dupla que praticou duplo latrocínio

 


Porto Velho, RO - A 1ª. Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Rondônia manteve a condenação de duas pessoas acusadas de latrocínio e tentativa de latrocínio ocorrido na zona rural da cidade de Vilhena, ocorrido em abril do ano passado. O crime foi cometido com a participação de um terceiro não identificado pela Polícia.

W. L. S. G. e E. J. F. P. foram condenados, respectivamente a 34 anos e seis meses e 39 anos e 10 meses de prisão pela morte de E. D. S., de 49 anos, e pela tentativa de latrocínio contra C. P. S., de 69, que se fingiu de morto para escapar.

O crime aconteceu na Linha 135, Chácara Ipê, e os bandidos levaram das vítimas R$ 1.200,00, carteira, relógios, celulares e objetos de pequeno valor. Segundo a Policial W. L. “teria imaginado que a vítima E. D. S. lhe atribuiu a autoria do roubo de um barco” e, por isso, decidiu se vingar.

Segundo depoimento do sobrevivente C. P., W. L. chegou a morar com ele e E. D por vários meses na mesma casa e que o condenado lhe tratava por ´madrinha´ e ela dizia que ele era seu afilhado. As vítimas foram esfaqueadas e, por pouco, C. P. não foi queimado vivo por um dos acusados.

Mesma sorte não teve E. D. que foi amarrada e amordaçada na cama e esfaqueada até a morte. E. J., que é conhecido por ´Porto Velho´, segundo a Polícia teria uma dívida de drogas com W. L. e, por isso aceitou participar da empreitada criminosa para quitar o débito.

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu