Rondônia chega a mais de três milhões de doses de vacinas contra a covid-19 ao receber 11.500 doses pediátricas

 

Vacinas foram entregues na Central Estadual de Rede de Frio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde

Porto Velho, RO - Rondônia recebeu na manhã desta quinta-feira (3), na Central Estadual de Rede de Frio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) de Rondônia, em Porto Velho, 11.500 doses de vacinas pediátricas da Pfizer para serem distribuídas às Regionais de Saúde que atendem os municípios do estado.

Com esta remessa o Governo do Estado recebe do Ministério da Saúde um total de 3.221.908 doses de vacinas contra a Covid-19, para atender a população rondoniense, desde o primeiro envio em janeiro de 2021. Os imunizantes serão distribuídos as seis regionais do estado ainda esta semana, segundo informou o diretor-geral da Agevisa, Gilvander Gregório de Lima, que recepcionou o recebimento.

Por laboratório Rondônia já recebeu 721.648 doses da Coronavac; 919.150 da Astrazeneca; 1.430.910 da Pfizer; 64.400 da Janssen; e 85.800 doses pediátricas da Pfizer. “Estamos recebendo vacinas de forma regular, não está faltando vacina em Rondônia. Rondônia já tem 75, 27% de pessoas imunizadas com a primeira dose; 63% com a segunda dose e 18,26% com a dose de reforço. É importante o cidadão entender que a vacina aliada aos protocolos sanitários, ainda é o melhor caminho para vencer a doença”

O diretor ainda fez um apelo para que os pais levem os filhos para vacinar. “É importante a imunização das crianças neste retorno a escola, local onde podem ter contato com outras crianças assintomáticas ou ao vírus de uma forma em geral. Os pais podem procurar a vacina nos postos de saúde próxima sua residência.”, alertou o diretor.

ESQUEMA VACINAL

Umas das preocupações do Governo do Estado é que a população possa cumprir o esquema vacinal com a segunda dose e as doses de reforço. Em Rondônia o intervalo entre doses para todas as vacinas é de 28 dias, entre a primeira e a segunda dose, conforme decisão conjunta entre a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), Agevisa e Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Cosems), publicada por meio da portaria nº 157 de 08 de outubro de 2021.

As doses de reforço têm intervalo de quatro meses após a segunda dose, e intervalo de 28 dias após a segunda dose para pessoas imunossuprimidas. A vacinação de acordo com dados do portal Covid-19 é uma medida preventiva que vem ajudando na redução da ocorrência de casos graves de covid-19 e óbitos.

Apesar dos resultados obtidos por meio da vacinação, a Agevisa alerta para manutenção de medidas de prevenção, tais como: o uso de máscaras, o distanciamento social, e a etiqueta respiratória. As medidas são importantes tanto para a prevenção à covid-19 quanto às síndromes gripais, incluindo a influenza.

Texto: Aurimar Lima
Fotos: Aurimar Lima e Daiane Mendonça
Secom - Governo de Rondônia

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu