Maurício Carvalho visita unidades de saúde e anuncia reforma e ampliação da USF Pedacinho de Chão

 

Reformas nas unidades de saúde faz parte de um projeto que já vem sendo aplicado

Porto Velho, RO - O prefeito em exercício de Porto Velho, Maurício Carvalho, visitou na tarde de quinta-feira (3) as unidades de saúde Pedacinho de Chão e Maurício Bustani, com objetivo de acompanhar o atendimento ao público e também verificar a necessidade de melhorias nas instalações. Ele estava acompanhado da secretária municipal de saúde, Eliana Pasini e da gerente de imunização, Elizeth Gomes.

Na ocasião, Carvalho informou que a unidade do Pedacinho de Chão vai ser reformada e ampliada, visando proporcionar mais conforto aos servidores e quem necessita atendimento. “Já temos o processo licitatório para a reforma. Estão faltando algumas licenças para que a Caixa Econômica libere os recursos, mas estamos trabalhando para que isso aconteça o quanto antes”, declarou.

Disse ainda que esse trabalho de reforma nas unidades de saúde faz parte de um projeto que já vem sendo aplicado há anos pelo prefeito Hildon Chaves, e que está contemplando postos de atendimento à população na capital e nos distritos.

Sobre a vacinação de rotina e contra a covid-19, Maurício Carvalho disse que é preciso reforçar a imunização nesse momento. “Precisamos que as pessoas levem seus filhos, levem seus netos para vacinar, porque as aulas já começaram e precisamos reforçar cada vez mais a vacinação das nossas crianças”, comentou.

Com relação ao Maurício Bustani, o prefeito em exercício constatou a necessidade de uma nova pintura, pequenos reparos e manutenções. No geral, elogiou o trabalho dos profissionais de saúde nas duas unidades. “Eles são uns heróis”, completou.

Maurício Carvalho conversou com servidores da unidade

ATENDIMENTO

Eliana Pasini destacou que agora as consultas são agendadas para não gerar tumultos e aglomerações. Sobre a obra no posto de saúde do Pedacinho de Chão, acrescentou que a Prefeitura vai investir R$ 1,2 milhão na reforma e ampliação do prédio.

VACINAÇÃO PEDIÁTRICA

Elizeth Gomes também pede que as pessoas compareçam para se vacinar. Disse que há uma defasagem na vacinação de crianças de 5 a 12 anos, e na segunda e terceira doses para adultos. “Precisamos da adesão dos pais, que venham vacinar seus filhos, para que possamos retomar essas aulas com mais segurança e tranquilidade”, destacou.

De um total de 55 mil crianças a serem imunizadas em Porto Velho, menos de 20% compareceram para receberem a dose do imunizante. “Para nós é pouco e estamos bastante preocupadas com isso”, finalizou a gerente de imunização.


Texto: Augusto Soares
Fotos: Saul Ribeiro
Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu