Julgamento que pode beneficiar ex-governador Ivo Cassol na pauta do STF na próxima quarta-feira

 


Porto Velho, Rondônia
 - A sucessão estadual em Rondônia permanecerá por mais uma semana numa espécie de limbo, dependendo de uma decisão crucial que acontece no Supremo Tribunal Federal acerca de entendimento sobre desdobramentos de processos sob a ótica da Lei da Ficha Limpa.

Em jogo está a questão do prazo de inegibilidade para condenados em processos baseados nesta legislação, o que afeta um dos principais personagens do xadrez político sucessório em Rondônia: o ex-governador e ex-senador Ivo Cassol.


O entendimento que o STF tirar acerca desta questão vai colocar ou não o "Chapeludo de Rolim de Moura" no páreo das eleições deste ano, e só a partir desta definição as demais peças irão se movimentar.

Previsto para ter acontecido hoje, o julgamento deste processo, cujo relator é o Ministro Nunes Marques, agora está pautado para o dia 09.

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu