Header Ads

Sedam assina contrato que proporcionará energia sustentável para reserva extrativista em Rondônia



O Governo do Estado de Rondônia, através da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), deu mais um passo para a consolidação do projeto “Luz para a Educação”, cujo foco é a escola Municipal João da Mata, localizada na Reserva Extrativista (Resex) do Rio Pacaás Novos. O projeto irá sanar uma das maiores necessidades da comunidade, que é acesso à energia. O programa irá beneficiar a comunidade com instalação de energia solar fotovoltaica, substituindo o velho motor movido a diesel, que além de poluente tem manutenção alta devido ao consumo de combustível. Ao todo, serão instaladas 15 placas solares para atender a escola.

O grupo internacional The Climate Group tem 15 dias para a transferência do recurso, que vai direto para o Centro de Estudos Rioterra. A escola João da Mata será a primeira instituição educacional do Estado de Rondônia que irá contar com 100% de energia solar. O prazo para o desenvolvimento do projeto piloto é de até 50 dias, de acordo com o contexto do cenário pandêmico em Rondônia.

O coordenador do projeto, João Raphael Gomes, relatou que no final do ano passado, o Governo de Rondônia, por meio da Sedam submeteu proposta de energia renovável e conseguiu captar US$ 25 mil do Future Fund. Com o recurso, a Sedam convidou o Centro de Estudos Rioterra para ajudar na execução do projeto.

“Este fundo foi capitaneado pela Coalização Under2, secretariado pelo The Climate Group. Com esse recurso e com o apoio de execução do Rioterra, vamos garantir à escola o fornecimento de 100% de energia renovável, beneficiando crianças do 1º ao 4º ano”, explicou João Raphael.

O coordenador disse ainda que o projeto prevê a capacitação de 10 jovens da comunidade para que aprendam, na teoria e prática, os benefícios da energia solar. O projeto também vai fornecer manuais na temática de mudanças climáticas e energias renováveis para as famílias da Resex e aos parceiros de Governo. “A expectativa é que até dezembro mais projetos possam ser desenvolvidos e novos recursos possam ser captados, visando tornar o nosso Estado cada vez mais referência no desenvolvimento de energias renováveis no Brasil”, ponderou.

A ORIGEM DO RECURSO

O projeto “Luz para Educação” é financiado principalmente pelos Governos da Coalizão Under2 composta pelo Quebec, Escócia, País de Gales e Baden-Wuerttemberg, por meio do Future Fund, que foi ecriado para aumentar a participação das regiões emergentes e em desenvolvimento e a colaboração com a Coalizão Under2.

A coalizão reúne mais de 220 Governos que representam mais de 1,3 bilhão de pessoas e 43% da economia global. Esses Governos incluem signatários do Memorando de Entendimento (MOU) Under2, bem como endossantes nacionais e outros apoiadores. Existem 118 estados e regiões individuais que assinaram o MOU Under2 e são atualmente membros ativos da Coalizão. O Governo de Rondônia é signatário do MOU Under2, um documento que detalha e firma o compromisso de cada um de seus integrantes com o planeta.

Na análise da coordenadora de engajamento da Under2 Global, Martine Crowe, o projeto desenvolvido pela Sedam foi avaliado como excelente proposta, com explicações sobre a relevância e necessidade em detalhes. “Ficamos particularmente impressionados com os múltiplos benefícios apresentados pelo projeto como energia limpa, benefícios educacionais, contribuição para gestão de áreas protegidas, entre outros, e com a possibilidade de atuarmos em regiões que não nos seriam possíveis sem essa parceria. Outro ponto relevante é a aproximação entre nossas instituições e um importante Governo na região Amazônica, estratégica na agenda climática, na qual The Climate Group e a Coalizão Under2 atuam com protagonismo”, disse a coordenadora.


Texto: Jaqueline Malta
Fotos: Frank Néry
Secom - Governo de Rondônia
Sedam assina contrato que proporcionará energia sustentável para reserva extrativista em Rondônia Sedam assina contrato que proporcionará energia sustentável para reserva extrativista em Rondônia Reviewed by Adm on terça-feira, março 30, 2021 Rating: 5

Recent Posts

Recent