Header Ads

Na 5ª noite da “Operação Emergência” medidas são intensificadas para evitar a disseminação da Covid-19



O Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), sob a coordenação do Corpo de Bombeiros Militar (CBM) já ultrapassou 120 dias de ações no combate às aglomerações, no perímetro urbano de Porto Velho e têm surtido efeitos positivos para conter a proliferação do vírus. A 5ª “Operação Emergência”, ocorrida na noite dessa quinta-feira (25), que objetiva cumprimento das determinações contidas do decreto nº 25.859, de 6 de março de 2021, retrata bem isso. Dos 65 estabelecimentos visitados, apenas três estavam em funcionamento fora do horário permitido.

O atual decreto institui o Sistema de Distanciamento Social Controlado para fins de prevenção e de enfrentamento à Covid-19. A operação desta última quinta-feira, iniciou por volta das 19h30 e foi organizada em equipes, compostas por policiais militares, Corpo de Bombeiros Militar (CBM) e órgãos fiscalizadores estaduais e municipais que atuaram, de forma estratégica, nas zonas da cidade.

No cenário observado pelas equipes de fiscalização, já foi possível notar o comportamento mais compreensivo e consciente por parte dos donos de estabelecimentos comerciais e da população em geral, que tem buscado seguir as orientações descritas no decreto estadual, inclusive obedecendo os horários estabelecidos, a partir das 21h. As ruas vazias é o reflexo das ações orientativas, iniciadas desde dezembro do ano passado.

Locais públicos como Skate Park e Espaço Alternativo continuam sendo alvo da fiscalização, uma vez que o índice de reincidência nesses ambientes é alto, principalmente, envolvendo jovens, que hoje também estão mais sujeitos a serem acometidos pela Covid-19, em virtude do aumento do nível de contágio. Durante a fiscalização no Skate Park, as equipes fizeram novamente a dispersão de pessoas que se encontravam no local, em horário indevido.


Locais públicos também são alvos da fiscalização

As equipes não medem esforços na tentativa de frear ainda mais a disseminação do vírus e, consequentemente, desafogar a fila de espera dos pacientes por leitos nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), onde mais de 100 pessoas aguardavam por uma vaga, de acordo com o registro nessa quinta, até às 13h. Uma triste realidade, mas que parece ainda não estar clara para uma pequena parte da sociedade que insiste em transitar fora do horário permitido e sem fazer uso de máscara facial.

Segundo o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel BM Gilvander Gregório de Lima, as operações aplicadas, de forma mais regulares, também se estendem a 15 municípios que possuem unidade do CBM, com a participação da Polícia Militar e órgãos municipais.

Na análise do comandante, o resultado obtido ao longo das operações é considerado positivo, uma vez que a população em geral está compreendendo a importância do cumprimento dos decretos, com intuito de combater a proliferação do vírus. “O importante é que estamos mantendo o que já foi fiscalizado. E isso é muito bem visto pelo cidadão do bem. Nosso intuito é dar continuidade aos trabalhos, orientando e insistir nesse propósito até internalizar e pegar a chamada, disciplina consciente. Pois isso ainda falta por uma parte da população”, enfatizou coronel Gregório.

Ainda de acordo com o comandante, o cumprimento do decreto no dia a dia faz com que a sociedade aplique como hábito. “Claramente é notório o avanço das ações e os resultados satisfatórios. Esses resultados que a gente faz é para não ser visto mesmo. Pois se ver algo, é porque estava errado. Ou seja, o que não é visto, aglomeração, tumultos, é porque não estão tendo. Os donos de estabelecimentos têm compreendido isso, mas ainda existe aquele grupo que gosta de fazer o jeitinho para causar aglomeração, com festinhas, e isso nós vamos combater”, destacou.

PARCERIA

Todo o trabalho conta ainda com o apoio e participação ativa da Polícia Militar (PM), Polícia Civil (PC), da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), da Superintendência Estadual de Comunicação (Secom), do Programa de Orientação, Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) e da Prefeitura de Porto Velho, por meio do Departamento de Vigilância Sanitária, Secretaria Municipal de Fazenda (Semfaz), Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), Subsecretaria Municipal de Serviços Básicos (Semusb) e Secretaria Municipal de Trânsito (Semtran).

ESFORÇO

Desde o início da pandemia em Rondônia, o Governo do Estado tem buscado atuar com expertise e celeridade no enfrentamento à Covid-19, por meio de ações pontuais como as fiscalizações quanto ao cumprimento dos decretos, o uso da inteligência computacional para a equação de dados, transmitindo transparência à população, a criação do sistema “Melhor Hora” que informa, em tempo real, os horários de menor fluxo de pessoas em mercados e farmácias, disponíveis para qualquer cidadão acessar, entre outras.

Mas apesar de todos os esforços, o Poder Executivo ainda anseia pela colaboração de todos os cidadãos rondonienses. Evitar aglomeração é uma prática exata contra a proliferação do coronavírus, proporcionando resultados de melhorias diante do atual cenário nas unidades hospitalares e, consequentemente, reduzindo o número de vítimas da doença.


Fonte
Texto: Jaqueline Malta
Fotos: Frank Néry
Secom - Governo de Rondônia
Na 5ª noite da “Operação Emergência” medidas são intensificadas para evitar a disseminação da Covid-19 Na 5ª noite da “Operação Emergência” medidas são intensificadas para evitar a disseminação da Covid-19 Reviewed by editor on sexta-feira, março 26, 2021 Rating: 5

Recent Posts

Recent