]

Header Ads



Quatro caminhões da Empresa Air Liquide já estão seguindo viagem, em um comboio, escoltados por equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e do DNIT, pela BR-319 até Manaus (AM). A carga total é de 100.000 m³ de oxigênio, o que deve suprir um dia das necessidades da capital do Amazonas.

Segundo a PRF a ideia de utilizar a BR-319, uma estrada problemática, em pleno inverno amazônico, é estratégia. Um avião comercial carrega 3 mil m³ e um avião militar levaria até 6 mil m³. Por balsa seriam 6 dias, ou 144 horas e a previsão da PRF é fazer esse transporte em até 36 horas.

Quatro caminhões da Empresa Air Liquide já estão seguindo viagem, em um comboio, escoltados por equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e do DNIT, pela BR-319 até Manaus (AM). A carga total é de 100.000 m³ de oxigênio, o que deve suprir um dia das necessidades da capital do Amazonas.



Segundo a PRF a ideia de utilizar a BR-319, uma estrada problemática, em pleno inverno amazônico, é estratégia. Um avião comercial carrega 3 mil m³ e um avião militar levaria até 6 mil m³. Por balsa seriam 6 dias, ou 144 horas e a previsão da PRF é fazer esse transporte em até 36 horas.

A PRF de Rondônia vai seguir até um trecho, o mais difícil. E depois vão repassar o trabalho para a PRF do Amazonas.

Além dos quatro caminhões que já seguiram, mais três estão sendo esperados às 19 horas


Fonte:Rondoniagora
Reviewed by Adm on quarta-feira, janeiro 20, 2021 Rating: 5

Nenhum comentário

Recent Posts

Recent