Publicidade

“Operação 3ª Onda” vai adotar novas estratégias para atuar no reforço ao Isolamento Social Restritivo



A Operação 3ª Onda voltou a ser realizada na noite de sábado (16), sendo desenvolvida pelo Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado de Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), com o objetivo de evitar aglomerações em estabelecimentos comerciais, tais como bares, boates e intensificar o controle e conscientização quanto ao enfrentamento à Covid-19.

A operação é coordenada pela Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), sendo executada pelo Corpo de Bombeiros Militar (CBM), em parceria com as Polícias Militar e Civil, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), a Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), a Vigilância Sanitária Municipal, a Procuradoria de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), entre outros órgãos.

Desde que foi realizada pela primeira vez, a Operação 3ª Onda já totalizou até o momento 392 intervenções de estabelecimentos que estavam em desacordo com o que está definido no Decreto nº 25.605, de 3 de dezembro de 2020, conforme destacado pelo comandante do Corpo de Bombeiros Militar, coronel BM Gilvander Gregório de Lima.

Ao tecer comentários referente à atuação da Operação 3ª Onda, o coronel Gregório, deixou claro que todo o trabalho desencadeado foi pautado na proteção da cidadania, ou seja, em defesa da vida. “Parte da população ainda não entendeu a gravidade do momento. Ainda há pessoas que insistem em praticar aglomerações e manter estabelecimentos que não podem ser abertos e desrespeitam o decreto, além da falta do uso de máscara de proteção”, enfatizou.

O comandante destaca a importância da operação para conscientizar quanto ao perigo da pandemia. “Temos a certeza de que se não tivéssemos realizado a operação estaríamos hoje com caos total na saúde. O que estamos fazendo trata-se de um trabalho de cidadania, ou seja, de defesa pela vida. Quero agradecer em nome do Governo de Rondônia, da Segurança Pública, do Corpo de Bombeiros pelo trabalho e a dedicação de todos que participaram dessa missão desde dezembro do ano passado”, argumentou o comandante.

Na noite de sábado (16), por exemplo, as equipes divididas na Operação 3ª Onda, denominadas Alfa, Bravo e Charlie, percorreram por várias localidades de Porto Velho e toda a ação resultou em 32 intervenções. As atividades desencadeadas no sábado, encerraram mais uma fase da operação e agora o foco estará direcionado no cumprimento do novo decreto, com nova dinâmica e forma de trabalho.

Durante os dias em que a Operação 3ª Onda foi desencadeada, as equipes envolvidas realizam trabalhos de repressão, fiscalização e conscientização, sempre orientando, notificando e interditando em cumprimento ao decreto.

NOVA OPERAÇÃO

Antes de iniciar as atividades de sábado da Operação 3ª Onda, o comandante do Corpo de Bombeiros antecipou que a partir de segunda-feira (18), serão adotadas novas formas de atuação visando conter o índice de contaminação do coronavírus e em cumprimento ao novo decreto que determina medidas temporárias de isolamento social restritivo.

Segundo explica o comandante, a operação a partir de segunda-feira vai mudar de foco de atuação, com novo “modus operandi”, modo pelo qual se desenvolve as atividades, para que seja cumprida a determinação de medidas temporárias de isolamento social restritivo, apresentado no novo decreto governamental.

“Estamos vendo como está sendo triste a situação em outras localidades, como Manaus. Temos um objetivo que é evitar que ocorram em nosso Estado mais contaminações e mais mortes. Hoje, alguns ainda estão reclamando da nossa fiscalização, mas, em breve irão entender que foram salvas muitas vidas”, pontuou o coronel, deixando concreto que as medidas se baseiam na lei para que a população entenda os riscos de contágio e cumpra as recomendações que visam tão somente garantir a saúde dos rondonienses.

RELATÓRIO GERAL

O comandante do Corpo de Bombeiros destaca duas as operações desencadeadas para conter o avanço do coronavírus e garantir o cumprimento do Decreto Estadual nº 25.605, que institui o Sistema de Distanciamento Social Controlado para fins de prevenção e enfrentamento à pandemia causada pelo coronavírus (Covid-19), no âmbito do Estado de Rondônia.

Desde o ano passado, duas ações foram realizadas para o cumprimento do decreto governamental, denominadas Operação Fase 3, realizada no mês de dezembro de 2020 e a Operação 3ª Onda, que teve início em janeiro deste ano. O coronel Gregório explica o relatório geral de cada operação.

Balanço geral da Operação 3ª Onda, realizada nos dias 8, 9, 10, 15 e 16 de janeiro de 2021, traz os seguintes resultados:

Efetivo Empregado Média/Dia – 56
Viaturas Empregadas – 24
Estabelecimentos visitados – 185
Visitados sem funcionamento – 91
Notificados – 29
Autuados – 13
Interditados – 25
Vistoriados regular – 20
Termo Circunstanciado de ocorrência (TCO) – 03
Orientados – 15
Intervenções – 392
Órgãos envolvidos – 12

Operação Fase 3, realizada nos dias 11, 18, 19 e 31 de dezembro de 2020 com os seguintes resultados:

Efetivo Empregado Média/Dia – 41
Viaturas Empregadas – 15
Estabelecimentos visitados – 63
Visitados sem funcionamento – 05
Notificados – 42
Autuados – 04
Interditados – 06
Vistoriados regular – 12
TCO – 03
Orientados – 01
Intervenções – 136
Órgãos empregados – 08


Texto: Paulo Ricardo Leal
Fotos: Frank Nery
Secom - Governo de Rondônia