Header Ads

Manaus sem oxigênio: mulher perde a mãe e não consegue enterrá-la por falta de funerária





A operadora de caixa Lídia Nascimento Ribeiro está enfrentando dificuldades para liberar o corpo da mãe, que morreu em consequência de complicações causadas pela Covid-19, no Serviço de Pronto-Atendimento (SPA) Danilo Correia, em Manaus, nesta quinta-feira (15). Além de tudo, ela precisa se preocupar com a falta de oxigênio para o pai, que está internado e precisa revezar o gás com outro paciente.


"Tem muita gente morrendo, não tem funerária suficiente, tem muita gente morta. Só tem funerária amanhã", lamentou. Além da mãe, ela também perdeu a tia, que morreu de Covid-19 no Hospital Platão Araújo.


O pai de Lídia também está internado no Hospital Platão Araújo. Segundo o pastor Valquimar Alves Batista, que está acompanhando a situação com a família, o paciente só conseguiu ser internado depois que a família aceitou uma condição - ele precisa revezar o uso de oxigênio:


Manaus sem oxigênio: mulher perde a mãe e não consegue enterrá-la por falta de funerária Manaus sem oxigênio: mulher perde a mãe e não consegue enterrá-la por falta de funerária Reviewed by Voz de Rondônia on sábado, janeiro 16, 2021 Rating: 5

Recent Posts

Recent