Publicidade

Guajará-Mirim e Nova Mamoré recebem as primeiras vacinas para imunização contra a Covid-19



Para esperança do povo rondoniense, finalmente a vacina contra a Covid-19 chegou aos municípios do entorno da fronteira Brasil-Bolívia. Mais cedo, o Governo do Estado de Rondônia participou, nesta terça-feira (19), da entrega da vacina na capital Porto Velho, depois seguiu para Guajará-Mirim de modo a realizar a entrega de vacinas e seringas neste município, como ainda em Nova Mamoré. A chegada do governador, coronel Marcos Rocha, com sua equipe, ocorreu por volta das 13h, no aeroporto de Guajará-Mirim. O secretário de Estado da Saúde (Sesau), Fernando Máximo, também acompanhou a entrega.

Para Guajará-Mirim foram disponibilizadas 1.272 vacinas para profissionais da saúde que atuam na linha de frente no combate ao coronavírus e 2.399 unidades para a população indígena. Já para Nova Mamoré, 384 vacinas atenderão os profissionais da saúde, que combatem diretamente a Covid-19, e 350 para os indígenas.

As vacinas e as seringas vieram de avião do Corpo de Bombeiros Militar e, depois de entregue, foi escoltada pela Polícia Militar de Rondônia, em conjunto com a Polícia Federal, os quais promoveram todo apoio logístico necessário para que os imunizantes chegassem com segurança. Guajará-Mirim e Nova Mamoré fazem parte da Central Regional de Frio de Porto Velho, sendo um dos primeiros municípios a receberem a vacina Coronovac, fabricada pelo laboratório chinês “Sinovac”, em parceria com Instituto Butantan.

Na ocasião, autoridades estaduais e municipais das duas localidades se fizeram presentes, prestando felicitações. A prefeita de Guajará-Mirim, Raissa Bento, demonstrou estar muito feliz em receber este primeiro lote. “É um momento de alegria e esperança, nós aguardávamos ansiosos para este dia e hoje estamos muito contentes, ainda mais por ser um dos primeiros municípios do Estado de Rondônia a receber as vacinas”, comenta.

O prefeito de Nova Mamoré, Marcélio Brasileiro, concordou, pois para ele, não há notícia melhor para esta data. “A antecipação da chegada da vacina aqui em Guajará-Mirim e, consequentemente, em Nova Mamoré nos deixa muito feliz. A gente recebe isso com um certo alívio, em que a população ficará mais segura diante essa pandemia”, pontua, deixando claro, que hoje mesmo dará início a imunização.

Para o secretário de Estado da Saúde, Fernando Máximo, o momento deste dia é histórico. “Nós já sofremos muito, ficamos angustiados, com medo, foi um ano difícil para todos. Mas a chegada da vacina é um alento para nossos corações, é uma luz no fim do túnel. São doses milagrosas que vão salvar a vida de muitos rondonienses”, afirma, entusiasmado com o início da vacinação.

Pensando sempre além, de forma antecipada, o governador, coronel Marcos Rocha, diante dessa pandemia, mostrou empenho e coragem, conseguindo garantir muitos feitos à população, entre eles a construção de hospital de campanha de alvenaria em vez de lona, com usina de oxigênio, aquisição de EPIs (equipamentos de proteção individual), e especialmente, a aquisição de mais de um milhão de seringas.

“É uma vitória, porque a gente vem lutando e muito. Ao prever que teríamos a vacina em breve, nos preparamos para receber, distribuir e imunizar a população. Por isso, vamos continuar a levar a esperança a todo o Estado de Rondônia, hoje é o início de processo de cura da população”, destaca Rocha, emocionado.

No final do evento, o governador agradeceu imensamente pelo trabalho desempenhado pelo secretário Regional, Flávio Desert e por Giovani, comandante do Barco Hospital. Aproveitando o momento, o governador ainda agradeceu aos deputados, pelo apoio que a Assembleia Legislativa do Estado de Rondônia tem dado às ações do Estado. Saindo do município, as vacinas seguiram para Ji-Paraná.


Texto: Emanuelle Pontes
Fotos: Esio Mendes
Secom - Governo de Rondônia