]

Header Ads

Governo de Rondônia recebe a primeira remessa da vacina contra a Covid-19



O avião com a primeira remessa de quase 50 mil doses de vacina para enfrentamento à pandemia em Rondônia pousou na Ala 6 (antiga Base Aérea), na capital, por volta das 10h desta terça-feira (19). A carga, que tem um grande significado por devolver a esperança em meio a intensa guerra contra a Covid-19, foi recebida pelo governador, coronel Marcos Rocha, e pelo titular da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), Fernando Máximo.

”A alegria que sinto em meu coração em ver chegar o primeiro lote é tremenda. Esse é um momento crucial, não só para o Estado de Rondônia, mas para todo o nosso país e toda a humanidade. É muito importante o nosso país começar a vacinação, para em breve nós podermos ter vida normal, evitar mortes e as tristezas que tem assolado tantas famílias. Agradeço ao Governo Federal por ter encaminhado as vacinas aqui para nosso Estado”, disse o governador, ao destacar que poder vacinar os profissionais da Saúde, neste primeiro momento, é um alento.

”Quero parabenizar todos os profissionais de saúde, que dia e noite, de madrugada, fins de semana, feriados, estão trabalhando em prol da saúde do próximo. São poucas doses, só para alguns profissionais da saúde, mas teremos para todos, em breve, com fé em Deus. É um dia de muita felicidade, é uma esperança tão grande, diante do desespero que vemos em nosso Estado vizinho, o Amazonas e não queremos seguir o mesmo caminho”, disse o secretário alertando a população a continuar mantendo os cuidados para evitar o avanço do coronavírus.

O governador lembrou que, em quase um ano de luta contra a pandemia, Rondônia buscou ações corretas para esse enfrentamento. ”Adquirimos equipamentos e EPIs com antecedência, já sabendo que um dia a vacina chegaria, adquirimos mais de 1 milhão de seringas para imunizar a população e hoje as seringas não são encontradas com facilidade para aquisição em grande quantidade”, pontuou ele.

O chefe do Executivo reforçou que as diversas ações antecipadas levaram Rondônia a ser destaque nacional no enfrentamento à pandemia, com uma das menores taxas de mortes, maior quantidade de testes realizados e ocupando o primeiro lugar em transparência de dados e gastos com a doença.

IMUNIZADOS

A imunização acontece em duas doses, com intervalo de 14 dias. Em Rondônia, as primeiras pessoas imunizadas contra a Covid-19 foram a médica Karina Negrão Zingra, o enfermeiro do Centro de Medicina Tropical de Rondônia (Cemetron), Márcio James Jorge Santos e o indígena, Elivar Karitiana. Os aplicadores foram o secretário da Sesau, Fernando Máximo, a diretora executiva da Sesau, Amanda Diniz, e o coordenador Estadual de Imunização da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), Ivo Barbosa.
”Eu quero muito que essa vacina traga o que está prometendo, que a gente diminua a quantidade de pacientes graves, mortes, pois sofremos muito todos os dias com os pacientes e suas famílias. A gente sente a dor deles e essa vacina faz a gente pensar que ela é um fiozinho de esperança para acabar com essa pandemia”, afirma a médica Karina Negrão Zingra, que foi a primeira a ser vacinada no Estado.

Também foi com felicidade, alívio e emoção que o indígena, Elivar Karitiana recebeu a vacina contra a doença. ”Me tranquilizou mais como liderança indígena a chegada das doses de vacina. Esperávamos ansiosos, agora é alívio. Só temos a agradecer, primeiramente a Deus e cientistas que conseguiram desenvolver o mais rápido possível a vacina, e hoje estou representando a população indígena de todo o Estado”, conta.

O enfermeiro que está na linha de frente contra a Covid-19, Márcio James Jorge Santos, já foi vítima da doença e, recuperado e imunizado, está de volta ao enfrentamento. ”É uma honra participar desse momento histórico , tanto para nosso Brasil como para o nosso Estado de Rondônia. É uma satisfação muito grande estar recebendo essa primeira dose e, com certeza, com essa vacina, a gente fica mais confiante para o fim da pandemia”, considera.

Na ocasião, o governador também fez a entrega oficial dos lotes ao Município de Porto Velho, e pediu cautela da população. ”Essa doença tirou vidas, pais ficaram sem suas crianças, crianças sem pais. Estamos recebendo as primeiras doses da vacina para imunizar aqueles que combateram o coronavírus, que são os nossos profissionais de saúde, lembrando que a vacina chegará para todos e esse é um trabalho do presidente Bolsonaro. Até que todos sejam vacinados, até que tenha o controle dessa doença, temos que continuar usando máscara e mantendo distanciamento social”.

LOGÍSTICA

A primeira remessa das doses de vacina foi transportada em caminhão frigorífico para a Central Estadual de Rede de Frio, em Porto Velho, e em seguida a distribuição para os polos regionais. Esses, por sua vez, devem fazer a distribuição aos seus municípios de abrangência, fazendo chegar assim aos 52 municípios do Estado. A carga contará com um forte aparato de escolta de segurança.
Serão contemplados com essa primeira remessa profissionais de saúde da linha frente (atendimento com suspeita/confirmação), índios aldeados e idosos com mais de 60 anos que moram em casas de repouso ou asilos.


Texto: Vanessa Moura e Paulo Ricardo
Fotos: Frank Nery
Secom - Governo de Rondônia
Governo de Rondônia recebe a primeira remessa da vacina contra a Covid-19 Governo de Rondônia recebe a primeira remessa da vacina contra a Covid-19 Reviewed by Adm on quarta-feira, janeiro 20, 2021 Rating: 5

Nenhum comentário

Recent Posts

Recent