Header Ads

Mariana Carvalho e Hildon Chaves se reúnem com presidente da Fiocruz, no Rio de Janeiro



Porto Velho - RO, A Deputada e o Prefeito de Porto Velho verificaram o cronograma de produção da vacina contra a Covid-19 desenvolvida em parceria com Oxford e AstraZeneca


A Deputada Federal Mariana Carvalho e o Prefeito reeleito de Porto Velho, Hildon Chaves, foram recebidos nesta sexta-feira (11) pela Presidente da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Nísia Trindade, no Rio de Janeiro. A instituição é a responsável pela produção da vacina contra a Covid-19 desenvolvida em parceria com a Universidade de Oxford e a farmacêutica AstraZeneca.

A Deputada e o Prefeito defendem a chegada das vacinas a Rondônia de maneira célere e o início da imunização obedecendo os critérios do Ministério da Saúde assim que a Anvisa liberar o registro das vacinas hoje em fase final de testes.

Durante a visita, Mariana e Hildon acompanharam a chegada dos freezers que vão armazenar a vacina e conheceram detalhes da produção e o planejamento da instituição, que vai produzir 30 milhões de doses até março; e outras 15 milhões mensais até julho para assim alcançar um total de 100 milhões de doses.

Relatoria

Mariana, que já havia visitado a Fiocruz em julho, foi também a relatora da Medida Provisória 994 que garantiu o aporte financeiro de R$ 1,995 bilhão, pelo Ministério da Saúde, para garantir a produção das 100 milhões de doses pelo Instituto Biomanguinhos, unidade produtora de imunobiológicos da Fiocruz.

Na ocasião, a presidente da Fiocruz destacou o papel de Mariana na relatoria da Medida Provisória e reforçou a importância do recurso garantido por meio da MP relatada pela Deputada. Com os recursos já assegurados, será possível imunizar cerca de 50 milhões de brasileiros, tendo em vista que cada pessoa deverá tomar duas doses da vacina, quando ela obtiver o registro sanitário.

O Ministério da Saúde prevê o início da imunização com a vacina da Fiocruz para o primeiro trimestre de 2021, logo que a vacina obtenha o registro pela Anvisa. O acordo firmado pelo Governo Federal, por meio da Fiocruz, com a AstraZeneca, prevê ainda a produção de mais 100 milhões de doses, totalizando 200 milhões.

Credibilidade

A Deputada e o Prefeito reforçaram a seriedade e credibilidade dos institutos brasileiros que estão à frente do desenvolvimento das vacinas contra a Covid-19. Mariana lembra que a Fiocruz tem 120 anos de atividades e é responsável por parte das vacinas que compõem o Plano Nacional de Imunização, fazendo do Brasil uma referência em todo o mundo. Entre elas: a Tríplice Viral, contra sarampo, caxumba e rubéola; a Poliomielite Oral e a Meningite AC. Da mesma forma, o Butantan é o responsável por vacinas do calendário do Ministério da Saúde contra a Influenza, Hepatites A e B, HPV e outras, tendo 119 anos de experiência.

“Hoje temos vacinas em fases avançadas de testes e com produção sendo iniciada. Qualquer uma delas só será distribuída e aplicada após terem sua segurança, qualidade e eficácia comprovadas. Por isso, temos apoiado o trabalho de todos os institutos que prestam um trabalho sério ao Brasil há tanto tempo”, destacou Mariana.

Visita ao Butantan

A parlamentar ainda lembrou que nenhuma vacina poderá ser aplicada sem registro pela Anvisa. Só com a comprovação dos requisitos necessários será possível distribuir as vacinas.

Até que isso aconteça, os institutos estão fazendo sua parte, tocando os acordos realizados referentes aos ensaios clínicos e produção das vacinas. “Não importa se será a vacina a, b ou c. Uma só não suprirá a demanda do nosso País. Estamos acompanhando e na expectativa para aprovação e aquisição de todas aquelas que tiverem eficácia e segurança comprovada”, concluiu Mariana.

Na segunda-feira (14), a Deputada e o Prefeito visitarão o Instituto Butantan, em São Paulo, iniciou na quinta-feira (10), a produção da Coronavac. Com recursos do Município e de emenda parlamentar destinada por Mariana, a Prefeitura de Porto Velho deverá adquirir pelo menos 80 mil doses iniciais da vacina do Butantan, para imunização de grupos prioritários.

A reunião será realizada entre Mariana; Hildon; o Presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas; o governador do Estado de São Paulo, João Dória; e o secretário de Saúde do Estado de São Paulo, Jean Gorinchteyn.​


Mariana Carvalho e Hildon Chaves se reúnem com presidente da Fiocruz, no Rio de Janeiro Mariana Carvalho e Hildon Chaves se reúnem com presidente da Fiocruz, no Rio de Janeiro Reviewed by Voz de Rondônia on sábado, dezembro 12, 2020 Rating: 5

Recent Posts

Recent